Retenção de líquido: o que é e como se cuidar

Você sabe o que é retenção de líquido? É quando a água se acumula dentro do nosso corpo e causa inchaço. Pode acontecer nas pernas e pés, nos olhos, na barriga, no pescoço ou mesmo no corpo todo. Sinais comuns são: sensação de peso nas pernas, roupas e sapatos apertados e pele brilhante devido ao líquido acumulado. Mas, por que isso acontece? O corpo não consegue manter o equilíbrio de água dentro e fora das células.

O sal é o grande vilão

O principal causador da retenção é o sal, pois o sódio segura a água dentro do corpo. Vamos ver alguns números importantes: para cada 9 gramas de sal ingeridos, 1 litro de água fica guardado no organismo. Quando são mais de 3 litros de água, o inchaço fica visível. Por isso, a OMS recomenda o consumo de até 5 gramas de sal por dia.

Outros fatores de risco

Além do sódio do sal, há uma porção de outros fatores que podem servir de gatilho para a retenção. Entre eles, calor, menstruação, gravidez, remédios, bebidas alcoólicas, varizes, falta de exercícios físicos, hipertensão, falta de vitaminas e diabetes.

Vale destacar que o problema pode também ter relação com alguma doença grave. Nesses casos, mudar os hábitos alimentares e fazer exercícios não resolve. O ideal é procurar o médico e deixar que ele investigue o que está mal.

Dicas para tratamento

Existem várias dicas simples que você pode seguir para combater ou mesmo evitar a retenção de líquidos. Para começar, os chás são grandes aliados. Todos eles ajudam a eliminar urina, mas com alguns esse efeito é maior ainda. É o caso do chá verde, de hibisco e de canela com gengibre.

Que tal alguns exercícios físicos? Pode ser uma corrida, uma caminhada rápida, um passeio de bicicleta ou até pular corda. Essas atividades farão seus músculos se contraírem e forçarem a saída do excesso de líquido. Você então poderá ficar com aquela vontade de ir ao banheiro.

Fique de olho nos seus alimentos. Beba 2 litros de água por dia, ou água e chá.

Vai usar sal para preparar ou temperar sua comida? Troque-o por ervas aromáticas, como salsinha ou orégano. Você pode até fazer um sal especial com essas plantas.

São vários os exemplos de alimentos diuréticos, isto é, que facilitam a saída da urina. Melancia, abacaxi, alface, tomate, pepino e melão estão entre eles. Uma dica é fazer sucos com algumas dessas frutas e vegetais.

Fuja de enlatados e embutidos. Esses alimentos costumam ter altos níveis de sal.

Dê preferência às fontes de potássio, como banana, abacate, iogurte desnatado ou suco de laranja.

Se inchaços o incomodarem, converse com seu médico e procure a melhor solução.

Fontes de referência: VivaBem, Tua Saúde, Unimed Londrina

Compartilhe:

Você também pode gostar destes

Skip to content