Na contramão da crise na saúde, Santa Casa amplia em 30% o número de atendimentos na hemodiálise

Reforma estrutural renovou todos as máquinas e criou o 3º turno para atender aos pacientes com complicações renais.

A Santa Casa de Curitiba, primeiro hospital da capital, reinaugurou e expandiu, em agosto, o setor de nefrologia. Na contramão da crise na área da saúde pública, a Santa Casa qualificou sua estrutura da Hemodiálise, renovando completamente as máquinas da unidade, incorporando uma alta e nova tecnologia alemã, o que resultou em um aumento em 30% o número de atendimentos por meio da abertura do terceiro turno.

De acordo com a nefrologista Ana Dambiski, chefe do setor de hemodiálise, a criação de um terceiro turno para atendimentos beneficia pacientes que aguardam na fila por um transplante de rim ou que necessitam de tratamentos contínuos. “Atualmente, 75% das pessoas assistidas são provenientes do SUS. Com o projeto, ampliamos de 68 para 100 a capacidade de atendimentos mensal, sendo SUS ou Plano de Saúde, de acordo com a demanda”.

Durante a reinauguração do setor, o pesquisador da PUCPR e nefrologista da Santa Casa, Roberto Pecoits, afirmou que os novos equipamentos permitirão uma nova forma de tratamento que impactará na diminuição das complicações cardíacas nos pacientes com problemas renais. Ainda segundo Pecoits “a reinauguração do setor do hospital resulta em um trabalho integrado entre o ambulatório do hospital, onde são assistidos os pacientes e identificadas as necessidades dos tratamentos ou não, e o setor de transplantes, onde são encaminhados os pacientes mais críticos e aptos a receberem um novo órgão”.

No evento, estavam presentes Luiz Armando Erthal, representando a Superintendência de Gestão da Atenção à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde e o Diretor de Marketing da Fresenius no Brasil, empresa parceira na aquisição das novas máquinas, Felipe Pinho.

Com 135 anos de atuação, a Santa Casa possui, atualmente, 283 leitos, sendo 38 leitos de UTI, 240 de internação e 17 de cuidados progressivos. Atuam no hospital mais de 830 colaboradores, 340 médicos contratados e autônomos, 90 residentes e 60 especializandos. A SCC efetua, mensalmente, 1100 internamentos e 3000 pronto atendimentos diretos, sendo ainda referencia de tratamento qualificado em cardiologia, dor torácica, bariátrica, vascular, plástica, dermatologia, oftalmologia, além de realizar transplantes de coração, rins e córneas.

Compartilhe:

Sobre o autor

Comunicação Santa Casa de Curitiba

Com o objetivo de divulgar e levar mais transparência a pacientes, colaboradores, médicos, operadoras de planos de saúde, órgãos públicos e público em geral, a ISCMC conta com uma equipe de Comunicação e Marketing, que é responsável em zelar pela imagem da instituição, que há mais de 140 anos é respeitada e reconhecida em toda a sociedade.

Você também pode gostar destes

Skip to content