Verão: prevenção à dengue

Com a chegada dos dias quentes e chuvas do verão, cria-se um ambiente mais favorável à circulação de insetos como o Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue e outras doenças. Você provavelmente já ouviu falar muito em dengue na televisão e outros meios. Mas lembra o que é?

A dengue é uma doença causada por um vírus. Seus principais sintomas são:

  • febre alta (maior que 38,5°C);
  • fortes dores musculares;
  • dor ao mexer os olhos;
  • mal-estar;
  • falta de apetite;
  • dor de cabeça;
  • manchas vermelhas no corpo.

Em alguns casos da doença, os sintomas não aparecem. Em outros, eles vêm de forma leve. Os casos mais graves podem até levar à morte. O primeiro sinal é a febre alta, que aparece de repente e geralmente dura de dois a sete dias, vindo acompanhada dos outros sintomas acima descritos, além de dores nas articulações, fraqueza e coceira na pele. Também é comum perder peso, sentir enjoo e vomitar.

Cuidados necessários

Uma dica muito importante é eliminar os focos de água parada. Você pode:

  • Colocar areia nos pratos sob os vasos de plantas ou flores;
  • guardar garrafas com a boca virada para baixo;
  • limpar sempre as calhas;
  • evitar jogar lixo em terrenos baldios;
  • colocar o lixo sempre em sacos fechados;
  • manter baldes, caixas d’água e piscinas sempre tampados;
  • deixar pneus longe da chuva e da água;
  • eliminar copos plásticos, tampas de refrigerantes e cascas de coco colocando-os em sacos que podem ser lacrados;
  • furar latas de alumínio antes de descartá-las, para evitar acúmulo de água;
  • lavar bebedouros de aves e outros animais pelo menos uma vez por semana.

Outras formas de evitar a picada do mosquito, não relacionadas à água parada, são:

  • em tempos de epidemia, usar calça comprida e blusa de manga comprida;
  • passar repelente todos os dias nas áreas expostas do corpo, como rosto, orelhas, pescoço e mãos;
  • ter telas de proteção em todas as janelas e portas da casa;
  • acender velas de citronela;
  • evitar locais em que há epidemia de dengue.

Existe ainda a vacina contra a dengue, indicada para pessoas com até 45 anos que já tiveram a doença várias vezes e moram em locais onde ela é comum. No Brasil, ela não está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), apenas em clínicas privadas.

Siga as dicas, não é difícil. Aproveite seu verão sem dengue e sem culpa.

Fontes de referência: Prefeitura de Curitiba, Ministério da Saúde, Tua Saúde

Compartilhe:

Você também pode gostar destes

Skip to content