Página Principal/Notícias/Santa Casa de Curitiba realiza cirurgia de próstata utilizando moderna tecnologia de terapia a laser

Santa Casa de Curitiba realiza cirurgia de próstata utilizando moderna tecnologia de terapia a laser

por , 19 de julho de 2021

O procedimento é uma alternativa quando medicamentos já não são eficazes no tratamento de próstata aumentada

Inovação é um dos pilares do Hospital Santa Casa, uma unidade da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba. Na última semana, foi realizada uma cirurgia de próstata utilizando uma moderna tecnologia de terapia a laser. O procedimento já faz parte da cautelosa retomada das cirurgias eletivas após o decreto que instaurou a bandeira amarela em Curitiba. A utilização de novas terapias em cirurgia já faz parte de uma Nova Santa Casa, mais moderna e humana.

A operação foi realizada pelo urologista que integra o time da Santa Casa, Douglas Jum Kamei. Para o especialista, realizar a cirurgia e buscar o tratamento para a hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma forma de garantir a qualidade de vida do paciente. “A cirurgia realizada de vaporização da próstata com laser possui um tempo de internamento mais curto e uma recuperação pós-operatória mais rápida”, afirma.

Em alguns casos, o paciente pode demorar para procurar ajuda. Kamei não recomenda, uma vez que quanto mais tarde tratar, mais difícil pode ser a recuperação. “Com o aumento progressivo da próstata, a cirurgia torna-se mais difícil e os resultados são menos satisfatórios”, explica. O especialista ainda afirma que o procedimento a laser possui o diferencial da rápida recuperação.

A cirurgia a laser só traz vantagens ao paciente. É o que diz o urologista na Santa Casa, João Michelotto que participou do procedimento junto com o doutor Kamei. “A cirurgia a laser basicamente diminui o risco de sangramento, tempo de internamento e tempo de uso de sonda pós-operatória em comparação com a técnica usualmente aplicada que é a Ressecção Transuretral de Próstata”, explica.

Isso garante mais conforto ao paciente, que geralmente fica apenas um dia em internamento. Esse tempo é menor do que a Ressecção Transuretral, na qual a internação é em média dois dias. Após ata, o paciente se recupera rapidamente e volta a ter uma vida normal.

O diagnóstico de próstata aumentada

A hiperplasia prostática é comumente chamada de próstata aumentada, uma vez que causa o crescimento anormal das células da próstata. Como resultado, o excesso de tecido comprime o canal da uretra causando problemas urinários.

Entre os principais sintomas estão: diminuição do jato urinário, aumento da frequência em ir ao banheiro, ir diversas vezes ao banheiro de noite para urinar, sensação de não esvaziar a bexiga completamente e, por vezes, infecção e retenção urinária, visto que o paciente não consegue urinar e precisa ser passada uma sonda.

A cirurgia ocorre em casos moderados ou graves dos sintomas

Como é feita a cirurgia

O procedimento é realizado sob anestesia raquidiana, ou seja, aquela que torna insensível a dor em apenas uma parte do corpo e o paciente permanece consciente. O médico insere um endoscópio pela uretra, que permite acessar os órgãos da região. Assim que estiver bem alocado, o cirurgião avança o dispositivo a laser através do endoscópio para chegar até onde está o tecido da próstata aumentada.

O laser, então, começa a vaporizar os tecidos, desobstruindo o canal e permitindo o fluxo urinário. O tecido morto que não é vaporizado sai naturalmente com a urina durante os primeiros dias após a cirurgia.

Urologia na Santa Casa

O serviço de urologia da Santa Casa oferece atendimento ambulatorial e cirúrgico para casos clínicos e de emergência, contando com o suporte de toda a estrutura do hospital e médicos das demais especialidades para tratamento de patologias associadas. Além disso, dispõe de um serviço de oncologia especializado para casos de câncer de próstata.

Para agendar e consultar exames, entre em contato com nossa central de agendamento pelo telefone: (41) 3207-3215

Compartilhe