Cuidados com a pele no verão

Com a chegada do verão, é natural que os dias de sol aumentem as atividades ao ar livre. Também é natural que aumente o risco de problemas causados pelos raios solares, como câncer e queimaduras.

O câncer de pele é o tipo mais comum no Brasil e no mundo, e aparece com mais frequência em pessoas com mais de 40 anos, raro em crianças e pessoas de pele escura.

Seus principais sintomas são manchas, sinais, pintas e feridas de longa duração. Se não tratado adequadamente, pode destruir as estruturas mais atingidas (rosto, pescoço, orelhas, etc.)

Queimaduras de sol geralmente são de primeiro grau (dor, pele avermelhada e levemente inchada) ou de segundo grau (formação de bolhas e dor mais forte).

Existem várias formas de evitar esses problemas. Boa parte delas é bem conhecida:

  • Filtro solar: também chamado protetor ou bloqueador solar, recomenda-se seu uso diariamente, e não apenas antes de ir à praia ou entrar na piscina. Prefira os de fator de proteção solar (FPS) maior ou igual a 30.
  • Hábitos diários: aumente o consumo de líquidos, como água mineral, água de coco e sucos de frutas. Frutas e legumes de cor alaranjada ou avermelhada ajudam a proteger a pele. Alimentos ricos em água e fibras e de baixo nível de carboidratos hidratam o corpo, previnem doenças e adiam o envelhecimento. No banho, use sabonetes compatíveis com seu tipo de pele e água fria ou morna.

Se tiver algum problema com sua pele, consulte seu dermatologista sempre que possível. Conte com nossos serviços. Ligue (41) 3207-3215.

Fontes de referência: Sociedade Brasileira de Dermatologia, Ministério da Saúde, Mater Dei, Hospital Israelita Albert Einstein

Compartilhe:

Você também pode gostar destes