Síndrome de Raynaud: um fenômeno raro

Você já notou a pele das suas mãos e pés mais clara ou arroxeada, especialmente quando faz frio ou quando está estressado? Esse é o principal sintoma da síndrome de Raynaud, também chamada doença ou fenômeno de Raynaud e causada por uma alteração na circulação sanguínea.

Trata-se de um fenômeno raro, atingindo apenas 3 – 5% da população mundial, o que possibilita um diagnóstico mais preciso. Outros sintomas são sensação térmica fria nas extremidades dos dedos e formigamento.

Mas como saber se você tem a síndrome?

Existem alguns exames físicos, feitos pelo clínico geral, como:

  • teste frio da simulação: os dedos são expostos ao frio, e em seguida um dispositivo verifica o tempo gasto até a recuperação da temperatura normal. A síndrome faz com que leve mais de 20 minutos;
  • Dobra do prego capillaroscopy: o médico coloca uma gota de petróleo na base da unha e usa um microscópio para identificar vasos sanguíneos fora da condição normal.

Além disso, o médico pode indicar exames de exclusão de outras situações com sintomas semelhantes, como inflamações.

E de onde vem a síndrome e como tratá-la?

Primeiramente, note que ela tem duas formas. A mais comum, chamada primária, corresponde a aproximadamente 90% dos casos. É uma forma benigna e sem relação com doenças. Não precisa de tratamento médico. Basta evitar exposição ao frio e grandes variações térmicas, tratar o estresse e evitar o trabalho com máquinas vibratórias (ex.: massageadores, celulares no vibracall).

Já a forma secundária está relacionada com algumas doenças e alterações, como problemas nas artérias, uso de medicamentos ou causas ocupacionais (lesão pelo frio, uso de produtos químicos e/ou máquinas vibratórias). Recomenda-se frequentemente o tratamento com remédios. Para diferenciar a forma primária da secundária, o médico realiza exames físicos, do sistema imunológico e dos vasos sanguíneos.

Se acha que pode ter Raynaud, a Santa Casa conta com uma equipe de Angiologia. Agende sua consulta ligando (41) 3207-3215.

Fontes de referência: Tua Saúde, Fepo, Brasil Escola

Compartilhe:

Sobre o autor

Comunicação Santa Casa de Curitiba

Com o objetivo de divulgar e levar mais transparência a pacientes, colaboradores, médicos, operadoras de planos de saúde, órgãos públicos e público em geral, a ISCMC conta com uma equipe de Comunicação e Marketing, que é responsável em zelar pela imagem da instituição, que há mais de 140 anos é respeitada e reconhecida em toda a sociedade.

Você também pode gostar destes

Skip to content