Santa Casa comemora 135 anos com inauguração de área restaurada

Na próxima sexta-feira, 22, a Santa Casa de Curitiba completará 135 anos. O hospital é o primeiro da capital e passou, nos últimos 7 anos, por um grandioso processo de restauração, por meio do Projeto de Restauro do prédio histórico. As obras só foram possíveis devido ao apoio de pessoas físicas e jurídicas, amparadas.

Na próxima sexta-feira, 22, a Santa Casa de Curitiba completará 135 anos. O hospital é o primeiro da capital e passou, nos últimos 7 anos, por um grandioso processo de restauração, por meio do Projeto de Restauro do prédio histórico. As obras só foram possíveis devido ao apoio de pessoas físicas e jurídicas, amparadas pela Lei Rouanet, que possibilitava que o doador tivesse dedução de 100% no imposto de renda do valor doado.

Patrimônio histórico e cultural, a edificação que data de meados do século IXX e que foi inaugurada pelo Imperador Dom Pedro II em 1880, já sofreu reformas, adaptações e até mesmo restauros parciais. Além da importância cultural, a recuperação proporcionará melhorias no atendimento prestado à população paranaense.

O projeto viabilizou a reforma completa dos telhados, da capela e dos pisos dos corredores superiores. As obras estavam estimadas em cerca de R$ 6,2 milhões. Deste total, R$ 5,1 milhões foram captados. A Santa Casa de Curitiba é também pioneira no Ensino Médico no Estado do Paraná. Antes da fundação da então Universidade do Paraná, por um grupo de idealistas, em 1912, a Santa Casa já funcionava como Centro de Aperfeiçoamento para os médicos do estado e de Santa Catarina. Nos dias atuais, a Santa Casa de Curitiba é referência em cardiologia de alta complexidade, pesquisas com células-tronco, transplantes, cirurgia bariátrica e oferece uma ala de internamento exclusiva para pacientes com obesidade mórbida.

No evento de inauguração do setor restaurado, estavam presentes o prefeito Gustavo Fruet, juntamente com o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcos Cordiolli. A senadora Gleisi Hoffmann também marcou presença no aniversário do hospital. Durante o evento, Gleisi entregou nas mãos do provedor da instituição, Ir. Frederico Untenberger, uma emenda no valor de R$ 400 mil. O valor será destinado para custeio e investimentos para o atendimento aos usuários do SUS.

Referência em transplantes de coração no Brasil, o hospital realizou, no primeiro semestre de 2014, mais de 35% do total de cirurgias no Paraná, além de 5.2% dos transplantes de rim e 4% dos procedimentos de córneas. Em 2013 a Santa Casa concretizou 60 transplantes e 2014, mais de 70 procedimentos foram realizados.

Estrutura Atualmente, o hospital possui 283 leitos,  sendo 38 leitos de UTI, 240 de internação e 17 de cuidados progressivos. Atuam no hospital mais de 830 colaboradores, 340 médicos contratados e autônomos, 90 residentes  e 60 especializandos. A SCC efetua, mensalmente, 1100 internamentos e 3400 pronto atendimentos, sendo 80% deles de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).  

Compartilhe:

Sobre o autor

Comunicação Santa Casa de Curitiba

Com o objetivo de divulgar e levar mais transparência a pacientes, colaboradores, médicos, operadoras de planos de saúde, órgãos públicos e público em geral, a ISCMC conta com uma equipe de Comunicação e Marketing, que é responsável em zelar pela imagem da instituição, que há mais de 140 anos é respeitada e reconhecida em toda a sociedade.

Você também pode gostar destes

Skip to content