Página Principal/Notícias/Novembro Azul chama atenção para a saúde do homem

Novembro Azul chama atenção para a saúde do homem

Câncer de próstata é a segunda maior causa de morte da população masculina
por , 22 de novembro de 2017

23004739_1472457189474941_5343098711824289437_o

No mês de novembro, usamos a cor azul para falar sobre uma doença silenciosa e que só em 2015 matou 14.484 homens no Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde. O principal fator que contribui para o aumento dessa estatística é a falta do diagnóstico precoce

O médico oncologista da Santa Casa, Dr. Maikol Kurahashi, esclarece dúvidas sobre a doença e alerta sobre os cuidados que homens de todas as idades devem ter com a saúde para prevenir o câncer.

 

Causas

Segundo o médico, múltiplos fatores contribuem para que a pessoa desenvolva o câncer de próstata – ou qualquer outro tipo de câncer. “Existe a causa genética e as causas ambientais, que são aquelas que se podem modificar, como a falta de atividade física e de hábitos saudáveis. Fumar, consumir frequentemente bebidas alcoólicas e manter uma dieta rica em gordura, além do fator idade, aumentam o risco do homem desenvolver a doença”, alerta o oncologista.

 

Sintomas

No estágio inicial, o câncer de próstata é assintomático. A falta de sintomas no começo da doença acontece porque esse é um tumor maligno que atinge a periferia da glândula e não o centro. “Na maioria das vezes, como as lesões são periféricas, o paciente não apresenta sintomas até que a doença avance muito, ou seja, quando a doença já comprometeu a maior parte da glândula, comprimiu a periferia, ou ainda, o paciente já apresenta metástase – quando a doença já saiu da próstata e caminhou para outros órgãos”, alerta.

Por esta razão, o paciente que não faz os exames de rastreamento irá descobrir a doença em estágio avançado, quando ela já se tornou na maioria das vezes metastática e acomete outros órgãos. “Nessa fase aparecem sintomas, como, por exemplo sangramento na urina, dificuldade para urinar, dor óssea, fraturas entre outros”, destaca Dr. Maikol.

 

Prevenção

O médico especialista ressalta que o câncer de próstata é uma doença evitável e a prevenção depende apenas do homem. “A forma mais eficaz de evitar o câncer de próstata, sem dúvidas, é fazendo o exame preventivo regularmente após os 50 anos. É preciso salientar que não basta realizar somente o PSA (exame de sangue), o exame de toque também é muito importante, pois em alguns casos não há elevação na dosagem do PSA e só o exame físico irá diagnosticar”, frisa. Entretanto, os homens com histórico familiar precisam começar o diagnóstico precocemente em torno dos 40 anos.

Além dos exames de rastreamento, os hábitos de vida saudáveis são imprescindíveis para que se evite não somente esse tipo de câncer, mas também os demais. “Parece sempre muito repetitivo, mas fazer atividade física e ter uma alimentação balanceada, são algumas das principais medidas preventivas do câncer de próstata. A maioria de nós espera uma receita milagrosa que seja eficaz, pois é muito trabalhoso ter esses cuidados todos os dias. As pessoas querem algo mais fácil, mas não há mágica, a mudança trabalhosa que a pessoa desenvolverá no organismo é que trará esses benefícios”, ressalta

 

Tratamento e Cura

Sim, o câncer de próstata tem cura. O segredo está no diagnóstico precoce. “Tratamentos iniciais colaboram para evitar o avanço da doença e assim é possível instituir o tratamento e curar esse paciente”, frisa o médico.

Atualmente, existem diversos tratamentos, como cirurgia, radioterapia, braquiterapia, além da vigilância ativa e cirurgia robótica. “Os tratamentos em casos iniciais são mais eficazes e a avaliação médica irá definir qual é o melhor caminho. No entanto, o paciente com uma doença em fase avançada perde a possibilidade de um tratamento curativo, mas mesmo assim é tratado. A diferença é que este tratamento será feito para controlar a doença, evitando que ela evolua e se alastre, e com isso é possível prolongar o tempo de vida dos pacientes”, completa o especialista.

Vale destacar que o câncer de próstata é apenas uma das doenças que atinge a população masculina, por isso a principal recomendação é cuidar da saúde de modo geral. “O novembro azul abrange a saúde do homem como um todo. O homem precisa começar a se cuidar, romper essa cultura de só buscar o médico quando apresenta sintomas que não consegue lidar. Fazer exames de rotina durante toda a vida, ir ao cardiologista, endocrinologista, mas ir também ao urologista, pois a prevenção é muito mais fácil, muito menos dolorida. Não fazer os exames de rastreamento pode custar sua vida”, finaliza o médico.

Para você que leu este artigo e deseja agendar uma consulta, entre em contato com a nossa central de agendamento. Telefone (41) 3207-3215.

95df93b1-befa-419c-90ad-f465f89c4457

Dr. Maikol Kurahashi, CRM 22050 – PR

Médico Oncologista Clínico – Responsável Técnico do Serviço de Oncologia Clínica do Hospital Santa Casa de Curitiba

 

Compartilhe

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>