Arritmia: álcool é o maior vilão

Arritmia cardíaca, para quem não sabe, é quando o coração não está batendo no ritmo certo. Pode ser que isso esteja acontecendo de forma muito lenta ou muito rápida. Isso traz prejuízos à circulação do sangue pelo corpo e pode até matar.

Entre os sintomas, estão:

  • queda de pressão;
  • cansaço;
  • falta de ar;
  • desmaios;
  • enjoos e tontura.

Uma pesquisa feita nos EUA considerou alguns fatores de risco para arritmia, como comer muito, dormir mal, atividades físicas e bebidas alcoólicas. A cafeína foi a mais marcada como vilã, mas o álcool foi o que teve mais provas de estar ligado ao problema do coração.

Mas isso não tira a importância de se tomar outros cuidados. Entre eles, não fumar, evitar o excesso de peso, controlar diabetes e hipertensão. Mantenha sua rotina ativa e equilibrada e evite exageros. Coma frutas, verduras, legumes, grãos, cereais e derivados do leite, sem muita gordura.

Se seu coração estiver batendo menos de 60 ou mais de 80 vezes por minuto, ou se tiver algum dos sintomas citados acima, procure o cardiologista. Ele vai conferir seu histórico, fazer o exame físico e verificar os batimentos. Caso conclua que você está doente, poderá tratar a origem do problema, indicar remédios ou até realizar uma cirurgia. Ainda recomendará os cuidados já descritos, como boa alimentação, exercícios físicos e evitar vícios.

Precisa de ajuda? Conte com a equipe de Cardiologia da Santa Casa!

Fontes de referência: Veja Saúde, VivaBem

Compartilhe:

Você também pode gostar destes

Skip to content