Página Principal/Sem categoria/Santa Casa é selecionada para participar de projetos do Ministério da Saúde

Santa Casa é selecionada para participar de projetos do Ministério da Saúde

Por meio do PROADI-SUS, hospital receberá acompanhamento para melhorias na gestão no Pronto Atendimento e no Centro Cirúrgico
por , 24 de junho de 2019

O Hospital Santa Casa de Curitiba participará de mais dois projetos nacionais dentro do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), do Ministério da Saúde. O primeiro, apresentado na manhã desta segunda-feira (24), visa atender melhorias na gestão do Pronto Atendimento do hospital, enquanto o segundo apresentado durante a tarde tem como foco a gestão dos Centros Cirúrgicos.

Por meio de um processo de seleção, a Santa Casa foi escolhida, juntamente com outros hospitais de todo o Brasil, para participar desses projetos, que terão como foco a gestão dos processos assistenciais e administrativos das unidades, visando uma melhoria nos resultados. No caso do Pronto Atendimento, o objetivo é implantar a metodologia Lean, de redução de desperdícios, a fim de melhorar a performance de atendimento. Enquanto isso, nas unidades cirúrgicas, a meta será reduzir o tempo de giro das salas onde são realizados os procedimentos.

LEAN NAS EMERGÊNCIAS EM PARCERIA COM O SÍRIO LIBANÊS

O projeto Lean nas Emergências foi apresentado pelo Dr. Marcello Pedreira, médico plantonista e pediatra do Hospital Sírio Libanês (SP), e Adriano Fernandes, engenheiro de produção e especialista de processos do Sírio Libanês.

A filosofia Lean propõe a melhoria de processos baseada em tempo e valor nos atendimentos de emergências. Ou seja, garante fluxo contínuo e elimina desperdícios e atividades que não possuem ou que têm baixo valor agregado. Os profissionais do Sírio Libanês – hospital referência do projeto no PROADI-SUS – aproveitaram a apresentação na manhã de hoje para visitar as dependências do Pronto Atendimento da Santa Casa, onde acontecerão as melhorias e a metodologia Lean deverá ser aplicada pelos próximos seis meses.

De acordo com os profissionais, o projeto já está implantado em 17 estados brasileiros e passou por 39 hospitais em diversas cidades, com resultados positivos, entre eles a redução do tempo de espera e tempo de internação, trazendo ainda outras melhorias como a diminuição de desperdícios e gastos excessivos, entre outras propostas.

PROJETO CENTRO CIRÚRGICO EM PARCERIA COM O ALBERT EINSTEIN

O projeto “Melhoria do Sistema de Gestão dos Hospitais SUS” – também desenvolvido pelo PROADI-SUS, foi apresentado por Vivian Paneque, consultora do Hospital Israelita Albert Einstein (SP) – hospital de referência nesse projeto. Como o próprio nome diz, o projeto, de acordo com o Ministério da Saúde, tem como objetivo “qualificar a gestão hospitalar por meio de um diagnóstico de cada instituição, com a criação de planos de ação estratégicos de melhoria de desempenho, capacitação dos gestores e o acompanhamento do plano de implantação”.

Nas unidades cirúrgicas da Santa Casa de Curitiba, o objetivo é obter avanços com o indicador global de Giro de Sala. Este indicador prevê a redução do tempo vago das salas e o aumento da capacidade de organização e articulação dos recursos. Ou seja, calcula o tempo médio que um centro cirúrgico permanece desocupado e a rotatividade do leito operacional, pois aplicadas as melhorias necessárias, será reduzida a ociosidade na utilização das salas cirúrgicas. E isso impacta de forma satisfatória no atendimento aos próximos pacientes. Nesta primeira etapa do projeto, a representante apresentou o projeto e o termo de adesão.

SANTA CASA JÁ REALIZA PROJETO PELO PROADI-SUS

A Santa Casa participa de projetos do PROADI-SUS desde 2017, tendo já alcançado números positivos por meio das ações de inovação e melhoria. Em 2018, foi possível manter em zero alguns indicadores de infecção nas UTIs e reduzir para menos de 2% o índice global de infecção hospitalar de todo o hospital.

O programa é desenvolvido pelo Ministério da Saúde, em parceria com os cinco hospitais de excelência: Sírio-Libanês (SP), Israelita Albert Einstein (SP), Alemão Oswaldo Cruz (SP), Hospital do Coração (SP) e Moinhos de Vento (RS). Também participa o Institute for Healthcare Improvement (IHI), que é referência na melhor prática de saúde para o paciente aplicada no mundo inteiro para evitar óbitos a partir do respeito às práticas seguras. Com os projetos implantados, a intenção é alcançar 200 hospitais em todos o país, até 2020.

Compartilhe

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>