Página Principal/Notícias/Nefrologista apresenta serviço de Transplante Renal da Santa Casa a convênios

Nefrologista apresenta serviço de Transplante Renal da Santa Casa a convênios

Hospital vem incrementando serviço com o objetivo de ampliar o número de transplantes e proporcionar melhor qualidade de vida aos pacientes
por , 21 de agosto de 2018

Na última sexta-feira (17), o médico nefrologista da Santa Casa de Curitiba e coordenador da equipe clínica do transplante renal, Dr. Rafael de Souza Piné, esteve junto com a equipe do departamento comercial do hospital na reunião da UNIDAS – União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde. O médico apresentou a representantes de diversas operadoras de saúde o novo modelo de atendimento do serviço de nefrologia da Santa Casa de Curitiba com foco no protocolo de preparo de pacientes para realização de transplantes renais.

Em funcionamento desde 1984, com mais de 800 transplantesrealizadas, o Serviço de Transplante Renal da Santa Casa vem sendo estruturado para se tornar uma referência na região. Apenas em 2018, já foram realizados 19 transplantes, todos com sucesso.

Mesmo diante dos bons resultados, ainda há um grande potencial para que mais transplantes sejam realizados e, cada vez mais, diminua a fila de pacientes que aguardam por um novo rim. Nesse sentido, o nefrologista apresentou durante a reunião as questões técnicas de cada etapa do transplante, desde o pré até o pós-operatório, esclareceu dúvidas das autogestões representadas e falou sobre o perfil dos pacientes que podem ser transplantados no hospital.

Dr. Rafael também esclareceu que mesmo que o paciente esteja realizando hemodiálise em outros serviços na rede de atendimento das operadoras, poderá passar por avaliação clínica da equipe de nefrologia da Santa Casa de Curitiba para verificar se tem critérios de elegibilidade  para o transplante.

É importante destacar que a fila de pacientes que aguardam o transplante é regulada pela Central Estadual de Transplantes e a prioridade é dada ao paciente que tem maior compatibilidade com o órgão doado. Contudo, no caso do transplante renal, existem duas possibilidades: a do doador cadáver; e a de um familiar vivo ser o doador, caso haja compatibilidade e não prejudique a saúde do doador.

Para pacientes com doença renal crônica, a Santa Casa de Curitiba oferece o serviço de hemodiálise e diálise peritoneal com 3 turnos de funcionamento, proporcionando ao paciente um tratamento que possa ser adequado à sua rotina e sendo acompanhado por uma equipe especializada. Além disso, o hospital oferece assistência médica 24 horas no pronto atendimento em casos de eventuais intercorrências externas para pacientes da hemodiálise, com encaminhamento direto para internação em enfermaria ou UTI, se necessário, garantindo assim atendimento completo e irrestrito aos pacientes.

Compartilhe

Deixe um comentário

XHTML: Você pode utilizar as seguintes tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>