A Santa Casa de Curitiba Hoje

Cuidado, Ciência e Ensino - A tríade que simboliza um trabalho que perpetua ao longo da história

Ter a oportunidade de viajar ao passado e resgatar as memórias da Santa Casa de Curitiba é um grande prestígio proporcionado pelo Museu da História da Medicina do Paraná.

Com mais de um século de história, é comum que por vezes a Santa Casa seja associada ao passado. O que de certa forma é natural, afinal, milhões de pessoas já foram atendidas no hospital ao longo das décadas e cada um tem sua própria lembrança.

No entanto, toda essa trajetória também nos faz refletir sobre a Santa Casa da atualidade e seu avanço através dos anos. Esse Complexo Hospitalar, referência em alta complexidade em múltiplas especialidades, e instalado no coração de Curitiba, construiu sua imagem e hoje tem um grande significado não apenas para médicos, acadêmicos e pacientes, mas também para toda a comunidade paranaense.

E foi essa comunidade que proporcionou a perenidade dos serviços desse hospital, acreditando em seu trabalho, contribuindo para que mais vidas pudessem ser salvas e participando ativamente dos projetos criados pela instituição. Por isso, hoje é reconhecida por muitos por ter construído sua história com amor, respeito, qualidade e conhecimento.

São histórias do passado que não podem e não devem ser apagadas. No entanto, é possível se reinventar a cada dia sem perder sua essência. E esse é o lema da Santa Casa nos dias de hoje.

Nesse contexto, passado, presente e futuro encontram-se em um mesmo lugar. O passado, que acompanha as histórias dessas pessoas que ajudaram a construir o nome da Santa Casa; o presente, da Santa Casa de hoje, que faz parte do dia a dia desses profissionais e pacientes; e o futuro, que depende do hoje para que possa ser construído alicerçado em ações e planejamentos efetivos diante do crescimento do mercado.

É preciso inovar constantemente, mas, ao mesmo tempo, preservar essa identidade forte, essa essência que é única da Santa Casa.

Por ano, mais de 120 mil pessoas são atendidas no hospital, sendo usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), beneficiários de diversas operadoras de planos de saúde e pacientes de atendimento particular. Esses milhares de pacientes que diariamente realizam exames, consultas ou procedimentos de tratamento em diferentes especialidades, podem até não saber, mas estão ajudando a construir uma história secular, que vem sendo contada há anos por homens e mulheres que acreditaram desde o início na Santa Casa, e que permanecem acreditando que a tradição e a experiência acumuladas ao longo de quase 140 anos, são fundamentais para assegurar um futuro promissor.